Felipão não é mais técnico da seleção brasileira, diz TV

segunda-feira, 14 de julho de 2014 01:10 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari não vai permanecer no comando da seleção brasileira após as derrotas para Alemanha e Holanda nas duas últimas partidas do Brasil na Copa do Mundo, informou a TV Globo na madrugada desta segunda-feira.

    De acordo com a emissora, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu não manter o técnico à frente da equipe depois que o Brasil terminou em 4o lugar no Mundial realizado no país.

    Felipão disse após a derrota por 3 x 0 para a Holanda na disputa do 3o lugar, no sábado, que entregaria o cargo à CBF com o término do Mundial, conforme acertado quando assumiu a equipe, mas indicou que gostaria de permanecer ao afirmar que seu futuro dependia do presidente da confederação, José Maria Marin.

    Contactada pela Reuters após a notícia divulgada pela Globo, a CBF não confirmou a saída de Scolari.

    O assessor de imprensa pessoal de Felipão, Acaz Fellegger, disse à Reuters que o treinador não havia recebido qualquer aviso da CBF sobre a decisão.

    Segundo ele, Felipão passou o domingo em casa, onde assistiu à final da Copa do Mundo vencida pela Alemanha sobre a Argentina, e aguarda um contato da confederação para agendar a entrega do relatório da comissão técnica sobre a participação do Brasil na Copa do Mundo.

    Felipão, que conduziu a seleção brasileira ao pentacampeonato mundial em 2002, voltou à equipe no final de 2012 para substituir Mano Menezes.

    O técnico conseguiu recuperar a confiança da torcida no time ao conquistar a Copa das Confederações do ano passado, mas o time decepcionou na Copa do Mundo.

    Em nenhum momento a seleção conseguiu convencer a torcida de que poderia brigar pelo título em casa, e o sonho de conquistar a taça foi enterrado com uma goleada histórica de 7 x 1 sofrida contra a Alemanha na semifinal.   Continuação...

 
Técnico Luiz Felipe Scolari na partida Brasil x Holanda em Brasília. 12/07/2014 REUTERS/Dominic Ebenbichler