Dilma: Brasil demonstrou capacidade de organização, apesar de prognósticos negativos

segunda-feira, 14 de julho de 2014 18:13 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira que o Brasil demonstrou na Copa do Mundo sua capacidade de organização, apesar de prognósticos negativos.

"Nós derrotamos, sem dúvida, essa previsão pessimista e realizamos com a imensa e maravilhosa contribuição do povo brasileiro essa Copa das Copas", afirmou Dilma durante avaliação do torneio feito pelo governo em Brasília.

Além da ameaça de protestos contra os gastos com o Mundial, como os ocorridos na Copa das Confederações do ano passado, o país viveu a insegurança de não ter finalizadas a tempo as obras de infraestrutura em aeroportos e estádios.

Dilma disse que o país teve a "Copa das Copas", apesar da derrota da seleção brasileira para a Alemanha por 7 x 1 na semifinal, e ressaltou que "tudo na vida é superação".

"O país pode se considerar um vitorioso no que se refere à organização dessa Copa do Mundo", disse Dilma, um dia após a Alemanha ter derrotado a Argentina na final no Maracanã.

A presidente afirmou que o Brasil mostrou dignidade e que é preciso atitude para saber perder.

"O povo brasileiro demonstrou que era capaz, não só de fazer a Copa das Copas, mas de enfrentar também esse desafio do que aconteceu."

Dilma só esteve nos estádios em duas partidas da Copa do Mundo, o jogo de abertura, em São Paulo, e no encerramento no Maracanã, e nas duas ocasiões foi hostilizada pela torcida, como havia ocorrido no ano passado durante a Copa das Confederações.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

 
Presidente Dilma Rousseff entrega taça da Copa do Mundo ao capitão da seleção alemã, Lahm. 13/07/2014 REUTERS/Kai Pfaffenbach