Hamilton se preocupa com a segurança de funcionários da prova

domingo, 20 de julho de 2014 17:09 BRT
 

Por Alan Baldwin

HOCKENHEIM (Reuters) - O inglês Lewis Hamilton disse que temeu pela segurança dos funcionários de prova do Grande Prêmio da Alemanha que atravessaram a pista durante a prova para remover a Sauber quebrada de Adrian Sutil do circuito enquanto outros carros ainda passavam em velocidade. 

O piloto da Mercedes, que terminou em terceiro na corrida vencida pelo companheiro de equipe Nico Rosberg, disse a jornalistas que estava surpreso com o que havia acontecido quando a Sauber foi deixada no meio da pista depois da última curva na volta 48. 

Muitos esperavam que o Safety Car fosse acionado, mas a direção de prova optou diferentemente. 

"Eu fiquei muito preocupado com os funcionários, muito preocupado", disse o inglês. 

"Quando você vem naquela curva em alta velocidade, e enxerga os funcionários trabalhando não muito longe de onde você está passando. Para mim foi o mais perto que passei deles em muito tempo". 

O campeão mundial de 2008 disse que se lembrou da morte do galês Tom Pryce em 1977 durante o grande prêmio da África do Sul, quando ele atingiu um funcionário que atravessava a pista com um extintor de incêndio. 

O funcionário também morreu no acidente. 

"Eu trabalhava em uma escola de motoristas em Bedford (Inglaterra) e uma vez cheguei e estavam mostrando esse vídeo o tempo todo", lembrou Hamilton.

"Era um vídeo de uma corrida há anos atrás e um carro parou na pista, um funcionário correu para atravessar a pista e foi atingindo por um outro carro que vinha em velocidade. Foi a primeira coisa que eu lembrei na hora. Obviamente não estamos indo tão rápidos quanto naquela reta, mas fiquei preocupado com os funcionários. Felizmente ninguém se machucou".