23 de Julho de 2014 / às 21:09 / 3 anos atrás

Seleção tentará se reerguer com quatro tetracampeões no comando

Novo técnico do Brasil, Dunga, conversa com coordenador de seleções Gilmar Rinaldi no Rio de Janeiro. 22/07/2014.Ricardo Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - Com o anúncio de Taffarel e Mauro Silva como integrantes da comissão técnica, nesta quarta-feira, o novo comando do futebol brasileiro soma quatro campeões do mundo em 1994, sendo que o ex-volante ocupará a função temporária de "assistente pontual".

O objetivo do coordenador Gilmar Rinaldi e do técnico Dunga, capitão do tetracampeonato, é recuperar a seleção depois do fracasso na Copa do Mundo em casa.

“Trouxemos alguns atletas campeões do mundo para a seleção ter um DNA de campeões, assim como outros países, que também usam bastante da experiência de seus ex-campeões do mundo para transportar essa experiência, essa energia, essa qualidade para dentro da seleção brasileira”, disse Dunga em vídeo no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O treinador, no entanto, já teve uma passagem pela seleção que, apesar dos títulos da Copa América e da Copa das Confederações, terminou com a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010.

Mauro Silva, companheiro de meio-campo de Dunga no Mundial dos Estados Unidos, foi escolhido para ser o primeiro “assistente pontual”, cargo criado pela nova comissão. Ele acompanhará a seleção durante os amistosos de setembro, contra Colômbia e Equador, nos Estados Unidos.

Segundo Rinaldi, goleiro reserva em 1994, a ideia é chamar ex-jogadores, “que tenham um perfil de vencedor”, para colaborar e fazer parte de algumas delegações e alguns jogos do Brasil.

“Vamos chamar jogadores que já foram campeões do mundo para termos este DNA em nossa equipe. Queremos que este profissional seja sempre o nosso olho crítico, apontando aquilo em que podemos melhorar e crescer", explicou o coordenador.

“Começamos uma nova fase, é um trabalho diferente, espero que consiga o resultado esperado e também imediato, porque precisamos agora trabalhar muito e vamos fazer o possível para que isso tenha uma convivência boa.”

Goleiro titular do Brasil na conquista do tetracampeonato, Taffarel será o treinador de goleiros, função que desempanha no clube turco do Galatasaray, onde atuou também como jogador.

Taffarel tem uma longa experiência na seleção brasileira como jogador, tendo disputado os Mundiais de 1990, 1994 e 1998.

A nova comissão técnica do Brasil foi anunciada nesta quarta-feira, um dia depois da confirmação da volta de Dunga para o comando do time.

Dunga, que dirigiu a seleção de 2006 a 2010, e o coordenador de seleções Rinaldi substituem o técnico Luiz Felipe Scolari e o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira, que deixaram a equipe após a Copa no Brasil.

A nova comissão tem como objetivo reerguer uma equipe abalada pelo fracasso no torneio em casa, que incluiu a pior derrota da seleção brasileira na história, os 7 x 1 para a Alemanha na semifinal.

O assistente técnico de Dunga será Andrey Lopes, que trabalhou com o treinador no Internacional.

Outros integrantes da comissão anunciados foram o preparador físico Fábio Mahseredjian, o médico Rodrigo Lasmar, o fisioterapeuta Odir de Souza, o administrador Guilherme Ribeiro, o assessor de imprensa Vinícius de Oliveira Rodrigues, o analista de desempenho tático Fernando Rodrigues Alves, o chefe de segurança Moacyr Alcoforado Júnior, o massagista Sérgio Luis de Oliveira e os roupeiros Manuel Carvalho de Souza e Waldecir Leandro do Nascimento.

Reportagem de Tatiana Ramil

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below