Alonso deve manter Ferrari "dócil" com segundo lugar na Hungria

domingo, 27 de julho de 2014 18:01 BRT
 

BUDAPESTE (Reuters) - Fernando Alonso deu a si mesmo um presente de aniversário antecipado e manteve a Ferrari "dócil" ao terminar na segunda colocação no Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 neste domingo. 

Foi o melhor resultado do espanhol no ano, depois de um terceiro lugar na China, no mesmo circuito onde ele conquistou sua primeira vitória na categoria, com a Renault em 2003. 

No último ano, Alonso sofreu uma reprimenda da diretoria da Ferrari em Maranello justo no dia do seu aniversário de 32 anos, após ter ficado em quinto no circuito de Hungaroring e dizer a jornalistas que queria pilotar o carro que outros pilotos tinham. 

Na mesma ocasião, quando perguntado sobre o que faria durante a folga de agosto, o espanhol respondeu: "Vou rezar". 

Após os comentários, Alonso teve uma dura conversa pelo telefone com o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, que puxou a orelha do piloto espanhol, motivando rumores a respeito de seu futuro na escuderia italiana.

O bicampeão mundial agora pode esperar por uma conversa mais animada com o chefão, depois de grande performance livre de quaisquer controvérsias neste domingo.

"Estou extremamente orgulhoso do time, extremamente orgulhoso do trabalho que fizemos hoje e muito, muito feliz", declarou o espanhol, que completa 33 anos na terça-feira. 

"O pódio significa muito para mim e para todo o time, porque mesmo após tantas corridas difíceis nós conseguimos tirar o máximo e assumir alguns riscos. Terminar na segunda colocação parece uma vitória." 

(Por Alan Baldwin)