Com novas obras, custo exclusivo da Olimpíada do Rio sobe a R$6,5 bi

terça-feira, 29 de julho de 2014 15:16 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O custo das obras exclusivas para os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro passou de 5,6 bilhões de reais em janeiro para 6,5 bilhões de reais em julho com a inclusão de novos projetos, principalmente o Complexo Esportivo de Deodoro, informou nesta terça-feira a Autoridade Pública Olímpica (APO).

"Os investimentos privados continuam contribuindo majoritariamente para o financiamento dos projetos, com o valor de 4,2 bilhões de reais, sendo o restante proveniente do setor público", segundo a APO.

Com a atualização, o orçamento total da Olimpíada do Rio sobe para 37,6 bilhões de reais, dos quais 24,1 bilhões de reais são para obras de infraesterutura na cidade e 7 bilhões de reais são para a operação do comitê organizador dos Jogos.

O novo valor foi apresentado em atualização da Matriz de Responsabilidades dos Jogos Rio 2016, documento que engloba os compromissos assumidos pelos entes governamentais associados exclusivamente à organização e realização dos Jogos.

O documento mostra ainda que entre os 52 projetos exclusivos para a realização do evento, 71 por cento estão assinados ou com obras iniciadas. Em janeiro, a Matriz tinha 46 por cento dos projetos nesses estágios.

O Complexo de Deodoro, que engloba 11 projetos de construção e adequação de instalações esportivas que vão sediar as provas de 11 modalidades olímpicas, tem custo estimado em 835 milhões de reais. As obras no local estão atrasadas e são uma das maiores preocupações do Comitê Olímpico Internacional (COI).

O custo total dos Jogos Olímpicos ainda vai aumentar, uma vez que há projetos de instalações esportivas sem preço divulgado até o momento na Matriz de Responsabilidade.

Na proposta de candidatura do Rio aos Jogos Olímpicos, o orçamento total previsto era de 29 bilhões de reais, mas as autoridades da cidade alegam que não se pode comparar os valores uma vez que houve mudanças de projetos e que as cifras de 2009 precisam ser atualizadas pela inflação.

Em comparação, a Olimpíada de Londres teve custo total de 8,9 bilhões de libras, o equivalente a cerca de 33,6 bilhões de reais.

(Por Pedro Fonseca)

 
Complexo Esportivo de Deodoro, que será reformado para os Jogos Olímpicos. 03/07/2014 REUTERS/Ricardo Moraes