Campeonato Brasileiro de 2015 não deve ter rodadas durante jogos da seleção

terça-feira, 5 de agosto de 2014 21:19 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Campeonato Brasileiro do ano que vem não deverá ter rodadas em dias de jogos da seleção brasileira, disse nesta terça-feira o vice-presidente e presidente eleito da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero.

A medida visa, entre outras coisas, minimizar o desgaste entre clubes e a seleção e dar mais tempo para a preparação do time brasileiro, que em 2015 disputará a Copa América e o início das eliminatórias para o Mundial de 2018, além dos amistosos.

“Estamos fechando isso (não ter rodada do Campeonato Brasileiro em jogos do Brasil). Estamos costurando os dados finais e em breve apresentaremos a solução”, disse a jornalistas o presidente eleito da CBF, que assumirá o posto em abril do próximo ano.

Os últimos técnicos da seleção brasileira, Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari, algumas vezes tiveram que abrir negociações diretas com clubes e seus técnicos para conseguir chamar jogadores sem provocar grande prejuízo às equipes.

Na maioria das vezes, os técnicos convocavam no máximo três jogadores para evitar que os clubes protestassem ou reivindicassem o adiamento de seu jogo pela competição nacional.

Em tese, sem partidas do Brasileiro, os jogadores poderiam se apresentar antes à seleção para iniciar o período de preparação.

O coordenador técnico da seleção brasileira, Gilmar Rinaldi, apoia a iniciativa, embora ainda não tenha sido comunicado oficialmente.

“Nas datas Fifa, os clubes têm que liberar (os jogadores), mas se isso realmente acontecer vai ser positivo porque a gente não prejudica os times do Brasil”, disse ele à Reuters. “Isso será importante para a relação de todos.”

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)