Seleção olímpica terá mesmo número de amistosos da equipe principal do Brasil

quarta-feira, 6 de agosto de 2014 17:58 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quarta-feira que a seleção olímpica fará o mesmo número de amistosos da equipe principal, numa preparação de dois anos para os Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

Em busca do primeiro ouro olímpico do futebol, a CBF decidiu usar as chamadas datas Fifa, destinadas a amistosos, para reunir a equipe olímpica, que será comandada pelo técnico Alexandre Gallo.

"Pode não ser exatamente nas mesmas datas, e sim um ou dois dias antes ou depois. Mas está definido que a seleção olímpica disputará o mesmo número de amistosos marcados para a seleção principal. Estamos já em busca de adversários", disse o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, no site da entidade.

Os próximos amistosos da seleção brasileira principal, que terá Dunga como técnico, acontecerão em 5 e 9 de setembro, contra Colômbia e Equador, nos Estados Unidos, e, segundo a CBF, "a seleção olímpica também usará as datas para estar em atividade".

A entidade que comanda o futebol brasileiro não explicou como será a divisão dos atletas, uma vez que haverá jogadores convocados por Dunga que interessam à equipe olímpica.

"Vamos iniciar com dois anos de antecedência a preparação para as Olimpíadas de 2016. Quando houver a escolha dos adversários, a convocação para a seleção olímpica será feita no mesmo dia destinado para a principal", afirmou Rinaldi.

Ex-goleiro que conquistou a medalha de prata nos Jogos Olimpícos de Los Angeles, em 1984, Rinaldi destacou a importância de uma preparação longa para o torneio do Rio.

"Para ter-se uma ideia, treinamos somente 15 dias para aquelas Olimpíadas. Agora, vamos começar a preparação com grande antecedência", declarou ele.

(Por Tatiana Ramil)

 
Coordenador de seleções da Confederação Brasileira de Futebol, Gilmar Rinaldi, durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro. 17/07/2014. REUTERS/Ricardo Moraes