Federação de tênis diz que Israel não poderá jogar em casa na Copa Davis

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 15:35 BRT
 

(Reuters) - A Federação Internacional de Tênis (ITF) disse a Israel nesta quinta-feira que o país não poderá sediar o confronto da Copa Davis contra a Argentina em Tel Aviv, no próximo mês, devido a preocupações com segurança causadas pelo conflito na Faixa de Gaza.

A entidade que comanda o tênis mundial afirmou que "embora o conflito militar pareça estar diminuindo, não há certeza de que este será o caso no momento do confronto, que vai acontecer em cinco semanas".

O comitê da Copa Davis declarou em um comunicado que "sua primeira prioridade é garantir a segurança dos jogadores, autoridades e do público, e infelizmente decidiu que o confronto não será realizado em Israel como previsto originalmente."

Israel recebeu prazo até a próxima quinta-feira para designar um local alternativo para sediar as partidas, de 12 a 14 setembro. Locais na Europa Oriental, Estados Unidos ou Canadá são vistos como possíveis opções, disse um porta-voz da Associação de Tênis de Israel.

Os combates de um mês entre as forças israelenses e os militantes islâmicos na Faixa de Gaza acalmaram nos últimos dias. Autoridades no Cairo estão tentando estender um cessar-fogo inicial de 72 horas, que vai terminar às 8h de sexta-feira (2h no horário de Brasília).

Autoridades de Gaza disseram que a guerra já matou 1.874 palestinos, a maioria civis. Israel afirma que 64 de seus soldados e três civis foram mortos desde o início do conflito, em 8 de julho.

Na segunda-feira, um torneio da ATP em Israel, programado para 15 a 21 de setembro, foi cancelado pelo órgão responsável pelo tênis por causa dos combates em Gaza.

(Reportagem de Ori Lewis em Jerusalém)

 
Palestinos caminham diante de prédios destruídos na Cidade de Gaza. 06/08/2014
 REUTERS/Finbarr O'Reilly