Martino tem quase tudo acertado para ser técnico da Argentina, diz mídia

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 19:28 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Gerardo "Tata" Martino está perto de se tornar o novo técnico da seleção argentina após se reunir com dirigentes da associação local, informou a mídia nesta quinta-feira.

Martino, ex-treinador do Barcelona, deverá ser o sucessor de Alejandro Sabella, que decidiu não iniciar uma segunda passagem pela seleção após ter levado a equipe à final da Copa do Mundo no Brasil, na qual perdeu para a Alemanha por 1 x 0.

O técnico se reuniu por cerca de duas horas com Luis Segura, que assumiu como presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA) depois da morte de Julio Humberto Grondona, e outros dirigentes na cidade de Buenos Aires.

"Agora não vamos anunciar nada. Quando tivermos o técnico, seja quem for, vamos anunciar oficialmente em uma entrevista coletiva... Não vamos contar tudo o que aconteceu", disse Segura a jornalistas após a reunião.

O nome de Martino começou a ganhar força pouco antes da morte de Grondona, superando José Pekerman, que cumpriu seu contrato com a seleção da Colômbia, mas segue negociando sua continuidade à frente do time colombiano.

Apesar de ter criticado a AFA quando comandou o Newell's Old Boys entre 2012 e 2013, Martino contou com a aprovação de Grondona, especialmente por sua boa relação com o astro Lionel Messi, a quem dirigiu no Barcelona.

Martino foi técnico da seleção paraguaia entre 2006 e 2011, e neste período levou a equipe às quartas de final do Mundial da África do Sul e à final da Copa América de 2011.

A AFA precisa designar o novo treinador com rapidez, já que a Argentina disputará um amistoso contra a Alemanha, em 3 de setembro, em Dusseldorf.

(Reportagem de Luis Ampuero)

 
O então técnico do Barcelona Gerardo Martino concede entrevista coletiva no centro de treinamento Joan Gamper,  perto de Barcelona, em maio. 16/05/2014 REUTERS/Albert Gea