Phelps tira motivação de derrota nos 100m borboleta

sábado, 9 de agosto de 2014 12:42 BRT
 

(Reuters) - Desolado, Michael Phelps disse que sua derrota nos 100 metros borboleta na sexta-feira, no campeonato nacional dos Estados Unidos na Califórnia, irá servir como motivação para não ser derrotado novamente.

Tom Shields bateu o detentor de 18 medalhas de ouro olímpicas pela curta margem de 0seg01 e venceu com o tempo de 51seg29 na piscina de Irvine.

Apesar da derrota, Phelps foi bem o suficiente para garantir uma vaga na equipe norte-americana no Campeonato Pan Pacífico em Queensland, na Austrália, no final deste mês, talvez seu melhor evento.

Mas o nadador de 29 anos não ficou feliz de perder, especialmente depois de cravar o melhor tempo do mundo este ano na modalidade – 51seg17 – nas baterias da manhã, desempenho que não conseguiu repetir na prova.

Phelps, que venceu essa competição nas três últimas Olimpíadas, ficou bem atrás depois de 50 metros, e uma péssima virada o deixou com um atraso grande demais para compensar. Só nos metros finais Phelps desafiou Shields, que simplesmente manteve o ritmo.

“Sou do tipo que não suporta perder”, declarou Phelps, que continua a lutar para voltar a nadar em nível competitivo depois de se aposentar na esteira da Olimpíada de 2012 em Londres.

“Não me importa se é um centésimo ou cinco segundos. Isso com certeza vai me motivar.”

“Simplesmente não estava pronto, não estava no meu normal na prova. Normalmente fico muito relaxado e pronto. Provavelmente é porque não estou acostumado a estar nessa forma ou me sentindo assim antes de uma prova.”

“Normalmente, consigo olhar para trás e dizer que treinei tudo que devia, que fiz tudo que precisava para me preparar.”   Continuação...