CAS mantém suspensão de 4 meses de Suárez por mordida em italiano na Copa

quinta-feira, 14 de agosto de 2014 11:19 BRT
 

BERNA (Reuters) - A suspensão de quatro meses imposta ao atacante uruguaio Luis Suárez por ter mordido o zagueiro italiano Giorgio Chiellini foi mantida pela Corte Arbitral do Esporte (CAS), mas ele agora vai poder treinar em seu novo clube, o Barcelona, informou o tribunal nesta quinta-feira.

Suárez permanece impedido de jogador partidas oficiais durante o período de quatro meses, e a suspensão de nove jogos da seleção uruguaia também está em vigor, mas a equipe jurídica de Suárez disse que conseguiu convencer o tribunal de que a Fifa havia infringido suas próprias regras ao conceder a suspensão e que a pena envolvendo todas as atividades relacionadas ao futebol era desproporcional.

"Como resultado, Suárez está agora autorizado a treinar e a comparecer a jogos com seus colegas de equipe do Barcelona na preparação para a nova temporada", disseram seus advogados em comunicado.

Suárez foi suspenso por ter mordido Chiellini durante o segundo tempo da partida entre Uruguai e Itália, vencida por 1 x 0 pelos uruguaios, pela primeira fase da Copa do Mundo, em 24 de junho.

Após ter um recurso rejeitado pela Fifa, Suárez levou o caso à CAS, que realizou uma audiência sobre o caso na sexta-feira.

Suárez era jogador do Liverpool quando aconteceu o incidente, mas foi contrato depois pelo Barcelona por um valor estimado pela mídia local em 81 milhões de euros (108,48 milhões de dólares).

(Reportagem de Brian Homewood)

 
Atacante uruguaio Luis Suárez após audiência na CAS em Lausanne, Suíça. 8/8/2014  REUTERS/Denis Balibouse