Martino espera manter Argentina "onde merece"; exalta Messi e Mascherano

quinta-feira, 14 de agosto de 2014 15:26 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Gerardo Martino disse nesta quinta-feira que espera manter a seleção argentina no posto privilegiado que alcançou na Copa do Mundo no Brasil, e elogiou Lionel Messi e Javier Mascherano em seu primeiro encontro com a imprensa como treinador da equipe.

Martino assumiu a seleção argentina poucos meses após deixar o Barcelona depois de uma frustrante primeira temporada, em que não conseguiu conquistar nenhum título importante.

"Sinto orgulho de ter este cargo e de que as pessoas da AFA (Associação de Futebol Argentino) tenham confiado em mim para um trabalho muito importante. De agora em diante vou trabalhar com a seleção argentina para mantê-la no lugar que está e que merece", disse Martino em entrevista coletiva.

O treinador, de 51 anos, destacou que Messi e Mascherano, que foram seus jogadores no Barcelona, são os líderes da equipe, e agradeceu a seu antecessor, Alejandro Sabella, por tê-lo recomendado para o cargo.

"O papel de Leo (Messi) aqui, no Barcelona, ou onde for, é o de melhor jogador do mundo", disse Martino.

"Javier (Mascherano) há tempo tem uma liderança. Nós técnicos, às vezes, vemos coisas muito antes e não precisamos de uma Copa do Mundo para ver. (Marcelo) Bielsa convocou Javier quando nem sequer era titular no River (Plate)", disse.

(Reportagem de Luis Ampuero)

 
Técnico Martino concede entrevista em Buenos Aires nesta quinta-feira.       REUTERS/Enrique Marcarian