COI proíbe alguns atletas de regiões afetadas por Ebola de competir em Jogos da Juventude

sexta-feira, 15 de agosto de 2014 09:47 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) disse nesta sexta-feira que vai proibir atletas provenientes das regiões da África Ocidental afetadas pelo Ebola de participarem em determinados eventos nos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanjing, na China.

Os atletas da África Ocidental, onde as autoridades lutam para controlar um surto do vírus Ebola, não terão permissão para competir em esportes de combate físico ou nos disputados em uma piscina, sob a alegação de ser impossível descartar o risco de infecção em potencial, disseram o COI e o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanjing em comunicado.

A determinação impede três atletas da região de competir nesses eventos, disse o comunicado.

Os outros atletas da região afetada que competem em outros esportes serão submetidos a checagens de temperatura e exames físicos regulares ao longo do evento, que começa no sábado, disseram os dois comitês.

"Lamentamos que devido a essa questão alguns atletas juvenis possam ser afetados duas vezes, tanto pela aflição causada pelo surto em seus países de origem como por não poder competir nos Jogos Olímpicos da Juventude", disseram o COI e os organizadores.

O número de mortos no pior surto de Ebola já registrado atingiu a marca de 1.069 até a última quarta-feira, a maioria na Guiné, Serra Leoa e Libéria, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os Jogos Olímpicos da Juventude na China acontecem de 16 a 28 de agosto e são a segunda edição do evento, organizado pela primeira vez em 2010 para aumentar a popularidade das Olimpíadas e aumentar a adesão de uma nova geração de torcedores e atletas.

O evento também é considerado um campo de testes útil para novos eventos e esportes que possam gradualmente ser integrados aos Jogos Olímpicos.

Cerca de 700 atletas vão participar das competições na China.

(Reportagem de Alice Baghdjian e Karolos Grohmann)

 
Voluntários ensaiam para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanjing, na China. 9/08/2014.  REUTERS/Stringer