Federer ressurge e garante vaga com folga no ATP World Tour Finals

segunda-feira, 18 de agosto de 2014 10:42 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Um renascente Roger Federer classificou-se de maneira confortável para o 13º ATP World Tour Finals de sua carreira, um recorde, em contraste com o desempenho de 2013, quando sofreu para garantir vaga no torneio que encerra a temporada.

O tenista, de 33 anos, conquistou no domingo seu sexto título do Masters de Cincinnati com uma vitória sobre o espanhol David Ferrer, no último evento de aquecimento para o Aberto dos EUA.

O resultado foi bom o suficiente para que ele se tornasse o terceiro homem a se qualificar para o evento de oito jogadores, junto com Novak Djokovic e Rafael Nadal, respectivamente número um e número dois do mundo. 

“É sempre uma grande meta que estabeleço para mim mesmo no começo da temporada”, disse Federer, seis vezes campeão do World Tour Finals, em um comunicado. 

“É sempre uma honra ser parte dos oito melhores. Conseguir uma chance de vencer mais um troféu no fim da temporada -que é tão importante, um dos maiores que temos neste esporte e um no qual me saí tão bem- é um sentimento ótimo."

O campeão de 17 torneios do Grand Slam teve um desempenho sofrido em 2013, vencendo apenas um título, sendo eliminado de Wimbledon na segunda fase e ficando fora do ranking dos quatro melhores do mundo pela primeira vez em uma década.

Agora de volta ao terceiro lugar, ele tem confundido aqueles que disseram que sua carreira estava perto do fim.

“Retornar para a final da temporada é algo do qual faço parte desde 2002, e fazer isso de novo é um privilégio e tentarei o meu melhor lá”, acrescentou.

“Espero poder guardar o melhor para o fim.”

 
Roger Federer na partida contra David Ferrer no Masters de Cincinnati. 17/08/2014. REUTERS/USA TODAY Sports/Mark Zerof