Leverkusen surpreende e vence Dortmund por 2-0; Schalke perde novamente

sábado, 23 de agosto de 2014 17:48 BRT
 

BERLIM (Reuters) - Vice-campeão da temporada passada, o Borussia Dortmund sofreu uma derrota chocante, jogando em casa, no sábado, contra o Bayer Leverkusen, que marcou o gol mais rápido da Liga e outro nos acréscimos, vencendo por 2 – 0, no começo da temporada da Bundesliga.

O atacante Karim Bellarabi levou nove segundos para marcar o primeiro gol dos visitantes, com o Dortmund jogando abaixo da média, apesar do retorno de Marcos Reus ao time, recuperado de uma lesão que fez com que ele perdesse a Copa do Mundo.

Stefan Kiessling marcou o segundo gol do time visitante, nos acréscimos, garantindo a vitória, com Bellarabi se aproveitando de uma falha de Erik Durm para preparar a jogada para o centroavante.

O técnico do Dortmund, Juergen Klopp, que estabeleceu um recorde ao comandar o clube pela sétima temporada seguida, estava sem oito jogadores devido a lesões e isso ficou bem claro.

Seu companheiro da Champions League, o Leverkusen, impulsionado pelo seu gol logo no início, parecia estar em melhores condições durante todo o jogo e, confirmou a boa forma depois de vencer a primeira etapa classificatória da Champions League, em Copenhagen, no meio da semana.

PREOCUPAÇÕES DO SCHALKE

O Hannover 96 surpreendeu o Schalke 04 com dois gols em três minutos e venceu seu primeiro jogo da Bundesliga, por 2 – 1, colocando mais pressão sobre o técnico Jens Keller, depois da saída constrangedora do time na primeira rodada do Campeonato Alemão, no início dessa semana.

O atacante holandês, Klaas-Jan Huntelaar, abriu o placar para os visitantes aos dois minutos do segundo tempo, deixando o Schalke na frente e aumentando a esperança de deixar para trás a derrota de segunda-feira, na primeira rodada para o Dynamo Dresden, da terceira divisão.

O Hanover, que tem que agradecer ao goleiro da Alemanha, Ron-Robert Zieler por mantê-los no jogo, empatou com Edgar Prib aos 22 minutos depois de um cruzamento de Leonardo Bittencourt, no que foi a primeira oportunidade real do time no jogo.

A bomba do recém-chegado Joselu, aos 26 minutos do segundo tempo completou a virada inesperada do Hanover, com o Schalke tendo apenas a si mesmo para culpar por não ter conseguido segurar a vantagem.