Argélia suspende futebol por morte de jogador atingido por objeto lançado pela torcida

segunda-feira, 25 de agosto de 2014 12:24 BRT
 

ARGEL (Reuters) - A Argélia suspendeu todos os jogos de futebol do fim de semana devido à morte de Albert Ebosse, atacante que morreu no sábado após ser atingido por um objeto arremessado pela torcida durante um jogo da primeira divisão no país africano.

A Federação Argelina de Futebol informou em comunicado que está considerando diversas medidas punitivas, incluindo a expulsão do clube de Ebosse, o JS Kabylie, de todas as competições. A entidade não especificou por quanto tempo.

O atacante camaronês foi atingido na cabeça por um objeto supostamente arremessado pela torcida do próprio clube enquanto os jogadores saíam de campo após a derrota por 2 x 1 para o USM Argel, em Tizi Ouzou. O atacante marcou o gol de sua equipe na partida.

O JS Kabylie confirmou em nota no site do clube que o jogador morreu no hospital no próprio sábado, mas não informou a causa exata da morte.

A federação disse que a decisão de cancelar todos os jogos do fim de semana, além de ser uma homenagem ao jogador morto, também foi um protesto pela "ação irresponsável de torcedores e hooligans que perpetuam a violência nos estádios, que atingiu proporções inaceitáveis".

Ebosse, de 24 anos, foi o artilheiro da liga argelina na temporada 2013/2014, com 17 gols.

(Reportagem de Mark Gleeson na Cidade do Cabo)

 
JS Kabylie striker Albert Ebosse, from Cameroon, runs with the ball during  the Algeria Cup final soccer match against MC Alger in Algiers  May 1, 2014. The Confederation of African Football (CAF) have called for "exemplary sanctions" following the death of JS Kabylie striker Albert Ebosse, who was killed by a projectile thrown from the crowd in an Algerian league match on Saturday. Picture taken May 1, 2014.    REUTERS/LOUAFI LARBI ( ALGERIA - Tags: SPORT SOCCER)