Maradona diz que pode "morrer tranquilo" após novo encontro com papa

quinta-feira, 4 de setembro de 2014 18:32 BRT
 

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O ex-jogador Diego Maradona reuniu-se duas vezes nesta semana com o papa Francisco e disse nesta quinta-feira que pode "morrer tranquilo", depois de sua audiência privada com o líder da Igreja Católica.

Maradona visitou o papa na segunda-feira horas antes de jogar uma partida pela paz em Roma, e nesta quinta teve o privilégio de uma nova audiência com seu compatriota argentino na qual, segundo reportagens, falaram de futebol e de como ajudar a combater a pobreza no mundo.

"Posso morrer tranquilo agora", disse um sorridente Maradona após a visita ao Vaticano, segundo a mídia local.

O ex-capitão da seleção argentina já havia mostrado toda sua admiração por Francisco, sobre quem nesta semana disse que "é maior que Maradona" e que o fazia sentir-se orgulhoso de sua nacionalidade.

(Reportagem de Philip Pullella)

 
Ex-jpgador argentino Diego Maradona domina a bola durante jogo interreligioso pela paz em Roma. 01/09/2014. REUTERS/Alessandro Bianchi