Williams paga preço por melhor desempenho e registra prejuízo no 1º semestre

sexta-feira, 5 de setembro de 2014 10:34 BRT
 

Por Keith Weir

LONDRES (Reuters) - O investimento para recuperar o desempenho da equipe Williams nas pistas levou os ex-campeões do mundo a um prejuízo financeiro nos seis primeiros meses do ano, informou a controladora da equipe de Fórmula 1 nesta sexta-feira.

A Williams está passando por uma reviravolta nesta temporada e tem 150 pontos, ocupando o quarto lugar no campeonato de equipes antes do grande prêmio da Itália, no fim de semana. No ano passado, a escuderia marcou apenas cinco pontos em toda a temporada. 

Mas a melhoria no desempenho teve um preço, e a controladora Williams Grand Prix Holdings divulgou um prejuízo operacional de 17 milhões de libras (27,75 milhões de dólares) no primeiro semestre de 2014. 

“Estes resultados financeiros estão em linha com a expectativa do Conselho do que é necessário para reconstruir e revigorar a equipe”, disse o presidente-executivo Mike O’Driscoll. 

“Acreditamos que eles refletirão um período de transição que devemos continuar a trabalhar caso quisermos alcançar o potencial do grupo”, acrescentou. 

A Williams, que também está desenvolvendo um negócio de engenharia especializada, é a única equipe da Fórmula 1 que tem ações negociadas no mercado, listadas na bolsa de valores de Frankfurt. 

O'Driscoll disse que a equipe estava em conversas com diversos parceiros potenciais para a próxima temporada, após terem fechado um acordo de longo prazo com a empresa de bebidas Martini. 

A escuderia espera manter os serviços dos pilotos Felipe Massa e Valtteri Bottas em 2015.

 
Piloto da Williams Felipe Massa no GP da Bélgica de F1 em Spa-Francorchamps. REUTERS/Yves Herman