Hamilton é assombrado por problemas elétricos em Monza

sexta-feira, 5 de setembro de 2014 18:18 BRT
 

Por Alan Baldwin

MONZA Itália (Reuters) - Problemas elétricos atrapalharam Lewis Hamilton nos treinos para o Grande Prêmio da Itália nesta sexta-feira, depois que o piloto da Mercedes tinha feito uma volta mais de meio segundo mais rápida que os outros na sessão matutina.

O britânico, que teve que desistir da corrida na Bélgica doze dias atrás depois que Nico Rosberg, seu companheiro de equipe e líder no campeonato, atingiu a traseira de seu carro, perdeu uma hora da tarde enquanto os mecânicos substituíam os sensores de seu carro.

Mesmo assim Hamilton foi o mais rápido do dia com um tempo de 1min26seg187 ainda na bateria da manhã. Rosberg liderou os cronômetros de tarde com um tempo de 1min26seg225, pouco adiante de seu colega de escuderia.

“Espero correr a sessão inteira amanhã e fazer boas voltas”, disse Hamilton, que teve muitos problemas mecânicos nesta temporada.

"É muito importante sair com o carro na frente em um circuito como Monza, já que é muito difícil ultrapassar aqui. Seria ótimo ter um treino classificatório sem problemas amanhã”.

Jenson Button, ex-colega de Hamilton na McLaren, foi o segundo mais veloz de manhã com um tempo de 1min26seg810, e Rosberg – que nunca subiu no pódio de Monza – ficou na terceira posição com 1min26seg995.

Hamilton está 29 pontos atrás de Rosberg na classificação faltando sete provas, e está determinado a recuperar o terreno que o separa do rival alemão, punido pela equipe pela colisão em Spa Francorchamps.

Fernando Alonso foi o quarto mais rápido com sua Ferrari nas duas sessões, e seu colega de equipe Kimi Raikkonen fez o terceiro melhor tempo de tarde.

A Williams, de Valtteri Bottas, cravou o quinto melhor tempo na segunda bateria e Button obteve a sexta melhor marcação para a McLaren. O brasileiro Felipe Massa foi o nono na segunda sessão.

 
Hamilton durante treino livre em Monza nesta sexta-feira.   REUTERS/Max Rossi