Hamilton vence na Itália e coloca pressão em Rosberg; Massa chega em 3º

domingo, 7 de setembro de 2014 12:53 BRT
 

Por Alan Baldwin

MONZA Itália (Reuters) - Lewis Hamilton recuperou-se de um começo com problemas para vencer o GP da Itália com a Mercedes, neste domingo, e cortar a vantagem de Nico Rosberg na liderança do Mundial de Fórmula 1 para 22 pontos. 

Rosberg terminou em segundo lugar, com o brasileiro Felipe Massa, da Williams, em terceiro, e a dominante Mercedes comemorou sua primeira dobradinha desde a Áustria, em junho, e a sétima em 13 corridas.

A F1 respirou fundo quando os dois candidatos ao título alinharam-se juntos na primeira fila, duas semanas depois de colidirem na Bélgica, e a largada já teve incidentes.

Hamilton fez a pole position pela primeira vez desde maio, mas problemas com o modo de largada do carro o impediram de abrir vantagem e foi ultrapassado por Rosberg logo na primeira curva.

Foi o começo de uma perseguição eletrizante, com o campeão de 2008 lutando para se recuperar e voltando à ponta na 29ª de 53 voltas, quando Rosberg errou a primeira chicane, como já havia feito anteriormente na corrida.

Com o alemão sob pressão e passando em linha reta, Hamilton assumiu a liderança no momento decisivo da prova.

Os dois cruzaram a linha de chegada com 3s1 de diferença, com Hamilton celebrando sua primeira vitória desde o Reino Unido, em julho. Foi a quinta dele na temporada e a 28º da carreira, superando o tricampeão Jackie Stewart na lista de melhores da história.

"Foi uma corrida difícil", disse Hamilton. "Por algum motivo, no começo, o botão não deu início à sequência de largada".   Continuação...