Equipes da F1 são avisadas a não mandar mensagens em código para pilotos

terça-feira, 16 de setembro de 2014 09:51 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) proibiu as equipes de Fórmula 1 de enviar mensagens em código para os pilotos como parte de uma restrição polêmica ao uso da comunicação por rádio a partir do Grande Prêmio de Cingapura do próximo fim de semana.

A FIA emitiu na segunda-feira uma continuação da diretiva técnica enviada às equipes na semana passada em que repassa mais informações sobre o que os times podem e o que não podem fazer durante o fim de semana de corrida.

Entre os itens proibidos na lista, fornecida à mídia pelo representante da F1 na FIA, estão "quaisquer mensagens que pareçam ser em código".

As equipes foram informadas que o uso de placas nos boxes com esse tipo de mensagem também está proibido.

Outras mensagens proibidas estão respostas a perguntas técnicas dos pilotos por rádio, como: "Estou usando o mapa correto de torque?", e informações sobre o nível de economia de combustível.

As mensagens ainda permitidas incluem: confirmar que uma mensagem do piloto foi ouvida; passar as diferenças entre os pilotos durante treinos e corridas; escolha do tipo de pneu na próxima parada nos poxes; o número de voltadas completadas pelos pilotos e informações sobre a provável estratégia de corrida de um piloto adversário.

A FIA limitou as mensagens por rádio devido a críticas de que os pilotos estavam recebendo muita ajuda dos boxes.

 
Diretor técnico da Red Bull, Adrian Newey, conversa por rádio durante GP da Austrália de F1. 14/03/2014 REUTERS/Brandon Malone