Bayern é adversário difícil para o Man City mesmo com desfalques, diz Kompany

terça-feira, 16 de setembro de 2014 16:05 BRT
 

MUNIQUE (Reuters) - O Bayern de Munique ainda representa um teste difícil para o Manchester City na partida de quarta-feira, mesmo com alguns jogadores lesionados, em uma partida que deve ser uma boa avaliação das ambições das duas equipes nesta edição da Liga dos Campeões, afirmou o capitão do City, Vincent Kompany.

O City bateu o Bayern por 3 x 2 na fase de grupos da última temporada do torneio, e o atual campeão alemão está repleto de desfalques antes da estreia no Grupo E da competição. 

"Não somos favoritos,"  disse Kompany a jornalistas nesta terça-feira.

"Mas a beleza do jogo é que cada ano é uma nova chance para começar de novo. É difícil prever o que acontecerá amanhã, mas conforme progredirmos, vamos ficando mais fortes", disse Kompany, cuja equipe precisou de um gol de cabeça do argentino Martin Demichelis -que já jogou pelo Bayern-  no final da partida para empatar com o Arsenal em partida pelo Campeonato Inglês no sábado.

O Bayern não contará com o experiente Franck Ribéry, e o atacante holandês Arjen Robben é duvida. O zagueiro Holger Badstuber rompeu um tendão muscular da coxa no sábado e precisará passar por cirurgia. Outros desfalques são Bastian Schweinsteiger, Thiago Alcântara, Rafinha e Javi Martinez. 

O City está desesperado para finalmente ingressar na elite do futebol europeu depois de anos de vastos investimentos no clube.

"Há poucos lugares mais difíceis do que vir jogar aqui (Munique(", disse o zagueiro belga. "É hora de diminuir a diferença entre nós e os três, quatro melhores times do mundo. É uma coisa boa começar com um jogo assim. Mas é o primeiro passo da fase de grupos", disse o jogador, de 28 anos. 

Kompany e seus companheiros de equipe não contarão com a presença do argentino Pablo Zabaleta, que cumpre suspensão por ter sido expulso nas oitavas de final da última edição do torneio. O técnico Manuel Pellegrini também estará de fora cumprindo suspensão por ter sido expulso após reclamar com o árbitro. 

O treinador assistente Ruben Cousillas estará encarregado do time no jogo e já recebeu a confiança total de Pellegrini para dirigir a equipe na partida. 

"É claro que sentiremos falta de Manuel. No entanto, eu sei como ele pensa e eu tenho 100 por cento de sua confiança", disse Cousillas a jornalistas.

(Reportagem de Karolos Grohmann) 

 
Capitão do Manchester City, Vincent Kompany, em entrevista coletiva na véspera do jogo com o Bayern de Munique. REUTERS/Michael Dalder