Fora de convocação, Hulk tem futuro na seleção em dúvida após lesão

quarta-feira, 17 de setembro de 2014 15:03 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Titular da seleção brasileira na Copa do Mundo, o meia-atacante Hulk ficou de fora da convocação feita pelo técnico Dunga nesta quarta-feira para os amistosos contra Argentina e Japão, em outubro, e o treinador colocou em dúvida o futuro do jogador com a equipe.

Hulk fora chamado por Dunga para os amistosos contra Colômbia e Equador no início de setembro, os primeiros da seleção sob comando do novo técnico, mas foi liberado devido a uma lesão e acabou substituído por Robinho, que foi mantido na equipe nesta quarta.

Apesar de estar recuperado do problema físico -Hulk fez um gol na vitória do Zenit sobre o Benfica na terça-feira pela Liga dos Campeões- o jogador não teve espaço na convocação para os próximos jogos da seleção.

“Aqui tem cadeiras vazias, se alguém levanta, outro senta. Então surge oportunidade, e se esse aproveita, o outro vai ter que esperar”, disse Dunga, em entrevista coletiva após anunciar a convocação da seleção.

Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, Hulk lamentou ter ficado fora da lista. "Fiquei triste e vou esperar nova oportunidade", afirmou o jogador, que jogou pelo Zenit no dia 13 de setembro, mas ficou fora dos amistosos do Brasil nos dia 5 e 9 de setembro.

O Brasil enfrentará a Argentina no dia 11 de outubro no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, e jogará contra o Japão no dia 14, em Cingapura.

No início de setembro, a seleção brasileira venceu amistosos contra Colômbia e Equador, ambos por 1 x 0, nos dois primeiros jogos sob comando de Dunga desde o retorno do treinador ao time.

Também titular do Brasil no Mundial, o zagueiro Thiago Silva, do PSG, deve retornar à seleção após ter se recuperado de uma contusão. Nos dois primeiros amistosos com Dunga, o zagueiro não foi chamado por estar machucado.

“Ele está voltando de lesão, tem que começar a jogar para depois chamarmos para a seleção brasileira”, disse Dunga.

“Aqui não tem lugar garantido para nenhum jogador, mas a qualidade do Thiago é incontestável, e, no momento oportuno, ele vai estar na seleção brasileira”, afirmou.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Hulk comemora gol marcado pelo Zenit contra o Benfica na Liga dos Campeões em Lisboa. 16/09/2014 REUTERS/Rafael Marchante