Seleção olímpica tem Neymar como referência, diz técnico Gallo

quinta-feira, 18 de setembro de 2014 19:39 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A seleção olímpica do Brasil não tem como pensar em abrir mão do atacante Neymar nos Jogos de 2016, segundo o técnico da seleção de base, Alexandre Gallo, que convocou nesta quinta-feira 23 jogadores para amistosos em outubro.

O time olímpico já iniciou a sua preparação para os Jogos do Rio e, diferentemente do passado, desta vez, o planejamento começou mais cedo para o Brasil entrar com chances de ganhar o inédito ouro olímpico.

Segundo Gallo, Neymar é a referência de jovens valores nascidos a partir de 1993 e que terão idade olímpica em 2016. O atacante do Barcelona deverá ser um dos jogadores com mais de 23 anos chamados para o torneio.

“Não tem como ele não ser a referência; é o mesmo que falar da Argentina não trazer o Messi ou Portugal não trazer Cristiano Ronaldo. Não conseguimos ver uma seleção brasileira sem Neymar”, afirmou Gallo a jornalistas.

Neymar foi chamado nesta semana para os amistosos da seleção principal contra Argentina e Japão, no mês de outubro. Já o time olímpico vai jogar um amistoso no mês que vem com o time principal da Bolívia (10 de outubro, em Cuiabá) e um adversário que ainda não foi definido pela CBF.

Uma das novidades da lista de Gallo é o atacante Felipe Gedoz, que jogava no clube uruguaio Defensor Sporting e agora está no Brugge, da Bélgica.

“Jogador rápido, de velocidade, fez ótima Libertadores e foi para Europa. Isso vai ser importante para vê-lo de perto...apostamos bastante nele”, disse Gallo.

Veja a lista de convocados:   Continuação...

 
Neymar comemora gol do Brasil contra a Colômbia, em 5 de setembro.  Foto: Robert Mayer-USA TODAY Sports