September 18, 2014 / 10:44 PM / 3 years ago

Brasil espera receber 1 milhão de turistas estrangeiros em 2016 com Olimpíada, diz ministro

4 Min, DE LEITURA

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O governo quer alavancar o turismo internacional em 2016 com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e trabalha com a possibilidade de trazer ao país no ano olímpico 1 milhão de turistas estrangeiros, disse nesta quinta-feira o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

Segundo o ministro, somente no período de disputa da Olimpíada, a previsão é que o fluxo de turistas varie de 300 mil a 500 mil pessoas.

“Tudo vai depender da estratégia. Se considerar apenas o período do evento, vou trazer entre 300 a 500 mil turistas internacionais no máximo, mas se eu considerar que 2016 pode ser o ano olímpico do Brasil....podemos agregar 1 milhão de pessoas”, afirmou Lages à Reuters no Rio de Janeiro.

"Não quero pensar só o período da Olimpíada e o Rio de Janeiro, estamos pensando em Brasil. É uma outra grande oportunidade que o Brasil tem e podemos ir para mais 1 milhão de turistas”, completou.

Na Copa do Mundo deste ano, vieram ao país 1 milhão e cinquenta mil turistas estrangeiros, de acordo com o Ministério do Turismo. O levantamento foi feito com base nos registros da Polícia Federal de entrada de estrangeiros no Brasil entre os meses de maio e julho de 2014. Antes do Mundial, o governo projetava cerca de 600 mil turistas.

Para a Copa, foram encomendados estudos junto a institutos de pesquisa do país que usaram o Mundial de 2010, na África do Sul, para embasar as projeções de 2014. Agora, estudos na mesma linha estão sendo feitos para apontar a real possibilidade de fluxo de turistas em 2016.

A ideia, de acordo com Lages, é usar os Jogos para fomentar o turismo no Brasil, que há alguns anos está parado na casa de 6 milhões de turistas ao ano. A campanha internacional da Embratur sobre os Jogos de 2016 começa no fim deste ano e ao longo de 2015 haverá participação em eventos, feiras e mídia internacional para “chamar” os turistas para os Jogos Olímpicos.

“Vamos expor o Brasil lá fora. Road Show, relações públicas, visitar quem nos visitou na Copa como alemães, americanos, colombianos...Se transformarmos 2016 em um ano olímpico poderemos ter um milhão a mais de turistas no Brasil”, declarou.

"Imagem Positiva"

Os vizinhos sul-americanos devem representar, assim como na Copa do Mundo, boa parte do fluxo de turistas internacionais em 2016.

O secretário estadual de turismo do Rio de Janeiro, Cláudio Magnavita, acredita que as metas preliminares do governo federal podem estar subestimadas. Segundo ele, a demanda de apartamentos para as delegações dos países que vêm para os Jogos em 2016 supera as expectativas. A previsão inicial era de que as delegações ocupassem 2.500 apartamentos na cidade, mas a demanda chega a 10 mil unidades.

“O bom resultado da Copa do Mundo, com grande satisfação dos turistas, sem incidentes, deixamos uma imagem positiva para o mundo que superou uma expectativa negativa antes da Copa”, disse ele à Reuters.

A proposta é bloquear vagas em hotéis, pousadas e hospedagem num raio de até 5 km da capital do Rio de Janeiro para fazer frente à procura de vagas para os Jogos.

Ele estima que só o Rio vai receber durante a Olimpíada 600 mil turistas de fora. Durante a Copa do Mundo, a cidade recebeu 1 milhão de turistas brasileiros e estrangeiros, de acordo com o governo do Estado.

“Acho que nos Jogos de 2016 podemos bater o recorde da Copa do Mundo. O ministro está modesto e eu estou otimista”, finalizou o secretário.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below