26 de Outubro de 2014 / às 20:28 / 3 anos atrás

Sequência de vitórias do Bayern termina em empate com o Gladbach

BERLIM (Reuters) - O invicto Bayern de Munique tropeçou no empate por 0 x 0 com o Borussia Monchengladbach, neste domingo, que encerrou uma sequência de quatro vitórias seguidas no Campeonato Alemão, mas a equipe continua com quatro pontos de vantagem na liderança.

O time de Pep Guardiola não esteve tão afiado quanto no meio de semana, quando demoliram a Roma por 7 x 1, na Liga dos Campeões, mas o ponto levou a contagem do líder a 21, à frente do surpreendente Gladbach, em segundo.

O Bayern pode não ter chegado ao auge da forma, mas está há sete partidas sem sofrer gols, primeira sequência tão grande desde 2011.

“No primeiro tempo, controlamos a partida, mas estávamos um pouco cansados no segundo”, disse Guardiola. “Foi quando perdemos um pouco de disciplina. Mas estou satisfeito com nosso desempenho e com o ponto.”

Gladbach agora está há 14 jogos sem perder em todas as competições nesta temporada.

O Bayern perdeu Arjen Robben por lesão e deixou Franck Ribéry no banco de reservas, mas continuou perigoso e conseguiu a primeira chance aos 10 minutos, quando o chute com curva de David Alabafoi espalmada na trave por Yann Sommer.

Os visitantes estavam no controle durante o primeiro tempo, mas o time da casa manteve o atacante Robert Lewandowski bem vigiado e cedeu pouco espaço para o artilheiro do último torneio se movimentar.

Os atacantes do Gladbach, Max Kruse e Andre Han, perderam chances diante de Manuel Neuer, e os anfitriões melhoraram no segundo tempo para confirmar o status entre os times mais difíceis de serem batidos nesta temporada.

Neuer teve que aparecer mais duas vezes, mostrando ótimos reflexos para defender a cobrança de falta de Raffael, aos 22 minutos do segundo tempo, e outro chute do brasileiro, dez minutos depois.

“Se eles não tivessem Neuer, o Bayern teria engolido um ou dois gols”, disse o meia do Gladbach, Christoph Kramer.

“Nós jogamos muito bem contra um time muito difícil, e depois de nove partidas, a tabela não mente. Somos o segundo melhor time da Alemanha”.

Nos acréscimos, foi a vez de Sommer proteger o ponto, ao defender uma tentativa de Claudio Pizarro à queima-roupa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below