Neymar é único brasileiro indicado à Bola de Ouro; Alemanha domina lista

terça-feira, 28 de outubro de 2014 09:10 BRST
 

Por Brian Homewood

BERNE Suíça (Reuters) - A Alemanha dominou as indicações ao prêmio Bola de Ouro entregue ao melhor jogador do mundo pela Fifa, com seis nomes, enquanto o Brasil teve Neymar como o único indicado entre os 23 candidatos anunciados nesta terça-feira.

Entre os técnicos, Juergen Klinsmann foi indicado após levar os Estados Unidos às oitavas de final da Copa do Mundo, mas Jorge Luis Pinto e José Pekerman, que chegaram até as quartas de final do Mundial à frente de Costa Rica e Colômbia, respectivamente, foram ignorados.

Jorge Sampaoli, cuja ofensiva seleção do Chile eliminou os então campeões do mundo da Espanha ainda na fase de grupos do Mundial, e Vahid Halilhodzic, que liderou uma inspiradora Argélia até o mata-mata, também não foram nomeados.

Por outro lado, houve espaço para o treinador Pep Guardiola, do Bayern de Munique, mesmo que a partida mais importante do ano para seu time, a semifinal da Liga dos Campeões contra o Real Madrid, tenha terminado em uma derrota por 4 x 0.

A lista de jogadores trouxe anomalias semelhantes e parece ter sido mais baseada no futebol de clubes europeu do que no desempenho na Copa do Mundo.

O atacante brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, que teve um Mundial apagado pela Espanha, foi indicado por ter brilhado pelo Atlético de Madri no Campeonato Espanhol e na Liga dos Campeões na temporada passada, antes de se transferir para o Chelsea.

Manuel Neuer, Thomas Mueller, Toni Kroos, Mario Goetze, Philipp Lahm e Bastian Schweinsteiger foram os seis jogadores da Alemanha campeã mundial indicados, enquanto a Argentina derrotada na final teve três nomes na lista, Lionel Messi, Ángel Di María e Javier Mascherano.

Entre as ausências notáveis estão os goleiros dos EUA, Tim Howard, e da Costa Rica, Keylor Navas, ambos com atuações fenomenais no Mundial do Brasil, assim como o zagueiro costarriquenho Giancarlo González, visto por muitos críticos como um dos atletas mais decisivos do torneio.   Continuação...

 
Jogador brasileiro Neymar, do Barcelona, comemora gol marcado contra o Ajax Amsterdã, durante partida pela Liga dos Campeões, no estádio Camp Nou, em Barcelona. 21/10/2014. REUTERS/Albert Gea