Gerrard se diz chocado por ausência de Suárez em lista de indicados à Bola de Ouro

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 11:08 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O capitão do Liverpool, Steven Gerrard, classificou como decisão política o fato de a Fifa não ter incluído seu ex-companheiro de equipe Luis Suárez na lista de indicados deste ano ao prêmio Bola de Ouro de melhor jogador do mundo. 

A lista de 23 nomes, divulgada nesta semana, não incluí o atacante uruguaio, que foi suspenso por quatro meses pela Fifa após ter dado uma mordida no jogador italiano Giorgio Chiellini durante partida da Copa do Mundo do Brasil, em junho. 

Suárez voltou oficialmente aos gramados no fim de semana, jogando pelo Barcelona no clássico contra o Real Madrid. O uruguaio foi contratado pelo time espanhol do Liverpool por quase 120 milhões de dólares, segundo o clube britânico.

“Ele marcou 31 gols e foi eleito melhor jogador na liga mais difícil do mundo”, disse Gerrard em uma entrevista ao Daily Mail. 

“E você me diz que ele não está na lista da Bola de Ouro? Incrível. Ele deveria disputá-la com Cristiano Ronaldo. Isso é um fato. Não posso acreditar nisso, mas isso é política no futebol, não é?".

O meio-campiista inglês, enquanto isso, está aberto a negociações com o único clube de sua carreira sobre um novo contrato. 

“Eu certamente não vou me aposentar no fim da temporada”, disse ele. “Eu vou jogar além desta temporada. Teremos que esperar e ver se será no Liverpool ou em outro lugar. A decisão é do Liverpool. Se eles não quiserem então verei o que há por aí."

O Liverpool tem sofrido nesta temporada sem Suárez, parcialmente por causa do desfalque do atacante Daniel Sturridge, afastado por lesão desde o fim de agosto, e pelo mau desempenho de Mario Balotelli, que ainda não marcou nenhum gol no Campeonato Inglês. 

 
Meia do Liverpool Steven Gerrard em entrevista coletiva no estádio Anfield, em Liverpool. 21/10/2014 REUTERS/Phil Noble