Luis Enrique defende Suárez de críticas por atuação em derrota do Barça para Real

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 11:37 BRST
 

BARCELONA (Reuters) - O técnico do Barcelona, Luis Enrique, defendeu o atacante Luis Suárez das críticas recebidas pelo jogador uruguaio por sua atuação no clássico do fim de semana em que o time catalão perdeu para o Real Madrid.

Suárez fez sua estreia oficial pelo Barça na derrota por 3 x 1 para os arquirrivais no Santiago Bernabéu, no sábado, após ter cumprido suspensão de quatro meses por ter mordido um adversário na Copa do Mundo, mas não se destacou em campo e foi substituído durante o segundo tempo.

Apesar de ter participado do gol de Neymar que abriu o marcador, e de ter dado passe para Lionel Messi quase marcar outro, foi consenso entre críticos que Suárez estava fora de forma e foi facilmente parado pela dupla de zaga do Real, formada por Sergio Ramos e Pepe.

Alguns questionaram a decisão de Luis Enrique de escalar Suárez de titular após longo período de inatividade, mas o ex-jogador do Barça e da Espanha, que também jogou pelo Real, garantiu que o atacante de 27 anos estava perto da melhor forma física.

"Ele está em forma muito boa, treinando no mesmo ritmo de seus companheiros de equipe", disse Luis Enrique em entrevista coletiva na véspera do jogo de sábado do Campeonato Espanhol contra o Celta de Vigo.

"Ele é um grande reforço para o elenco", acrescentou. "Nós achamos isso quando decidimos contratá-lo e veremos isso ao longo da temporada".

Luis Enrique assumiu como técnico do Barça no fim da temporada passada, após guiar o Celta ao nono lugar e ganhar elogios pelo estilo de jogo ofensivo de seu time.

O Barça pode abrir três pontos de vantagem para o Sevilla na liderança da tabela com uma vitória no Campo Nou, já que os andaluzes só jogarão no domingo, contra o Athletic Bilbao.

O Real está um ponto atrás de Barça e Sevilla, em terceiro, e pega o Granada, no sábado.

(Por Iain Rogers, em Madri)

 
Luis Suárez, do Barcelona, e James Rodríguez, do Real Madrid, durante clássico no Santiago Bernabéu. 25/10/2014 REUTERS/Juan Medina