Diego Costa está de volta ao Chelsea e Mourinho pede cautela à Espanha

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 12:39 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O artilheiro do Chelsea, Diego Costa, está em forma para jogar o clássico em casa contra o Queens Park Rangers, mas a Espanha precisa ser mais cuidadosa com ele na próxima convocação, disse o técnico José Mourinho nesta sexta-feira.

Mourinho se mostrou disposto a aliviar as tensões entre o clube e o técnico da Espanha, Vicente del Bosque, apontado com responsável pelos problemas de lesão de Costa ao exigir demais do jogador em duas partidas pela seleção no início do mês.

"Ele jogou pela seleção nacional e o perdemos por quatro partidas em três competições diferentes", disse Mourinho em uma coletiva de imprensa.

"Agora que ele está novamente à disposição, precisa ficar sob cuidados especiais. Sou sempre solidário com jogadores atuando por seus países quando estão em condições de fazê-lo", afirmou o treinador.

"Mas não sou ninguém para ficar no caminho da seleção, e eu não posso impedir que ele se junto a seu país", acrescentou ele.

Del Bosque defendeu a decisão de chamar Costa na quinta, quando disse que "em algumas coisas somos flexíveis e em outras somos teimosos, e nisso somos teimosos".

"É bom para nós", disse Mourinho sobre o retorno de Costa. "É difícil quando se tem apenas um atacante disponível, mas quando temos dois a situação melhora", afirmou o treinador, referindo-se a outro atacante do time, o marfinense Didier Drogba, de 36 anos.

O também atacante do Chelsea Loic Remy e o meia Jon Obi Mikel continuam a desfalcar o clube na partida contra o Queens Park Rangers.

O Chelsea é líder da tabela do Campeonato Inglês, quatro pontos à frente Southampton e seis do Manchester City.

(Reportagem de Steve Tongue)

 
Diego Costa comemora gol contra o Arsenal durante partida em Londres. 5/10/2014 REUTERS/Eddie Keogh