Fifa demonstra pouco entusiasmo com Copa de 2022 em abril/maio

segunda-feira, 3 de novembro de 2014 14:47 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - A Fifa demonstrou pouco entusiasmo com a proposta de realização da Copa do Mundo de 2002 em abril e maio, dizendo nesta segunda-feira que os meses de janeiro/fevereiro ou novembro/dezembro continuam sendo as opções mais prováveis para o torneio no Catar.

A entidade afirmou que há preocupações médicas com a disputa do torneio durante qualquer período entre maio e setembro, e lembrou que o Ramadã afetaria os preparativos para o Mundial se o torneio fosse realizado em maio.

"Estamos chegando mais perto de fechar as datas... para duas opções -janeiro/fevereiro de 2022 ou novembro/dezembro de 2022- mas a Fifa também recebeu uma solicitação para considerar maio de 2022", disse o secretário-geral da Fifa, Jêróme Valcke, após reunião da força-tarefa da entidade para determinar quando o torneio deve ser realizado.

O sindicato internacional de jogadores FIFPro também se opôs a um Mundial no verão, afirmando que é preciso "evitar os meses mais quentes a todo custo, independentemente do que foi sugerido durante o processo de candidatura".

O Catar foi colocado em último lugar entre as nações candidatas a receber a Copa do Mundo pelo grupo de estudo técnico da própria Fifa antes da votação em dezembro de 2010.

No entanto, o Catar desbancou as candidaturas concorrentes de Estados Unidos, Austrália, Japão e Coreia do Sul para se tornar o primeiro país árabe a receber uma Copa do Mundo.

O processo de escolha do pequeno país do Oriente Médio como sede do Mundial é alvo de uma investigação conduzida pelo advogado de Nova York Michael Garcia ao longo dos últimos 18 meses com o objetivo de esclarecer se houve corrupção na votação realizada pelo comitê-executivo da Fifa.

A Associação Europeia de Clubes, que busca reduzir os impactos ao tradicional calendário de competições de clubes da Europa com a mudança de data da Copa do Mundo, sugeriu na semana passada que o Mundial de 2022 seja realizado em abril e maio.

O Catar foi escolhido sede do Mundial com base numa proposta de realizar os jogos em junho e julho em estádios refrigerados para aliviar os efeitos do calor do deserto. Apesar disso, há preocupações com o calor fora das arenas.

(Por Brian Homewood, em Berna)

 
Valcke participa de entrevista em Zurique em 26 de setembro.  Reuters/Arnd Wiegmann