Suárez diz estar feliz na sombra de Messi; irritado com acusações na Inglaterra

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014 11:37 BRST
 

Por Tim Hanlon

BARCELONA (Reuters) - Luis Suárez não está preocupado com o papel secundário no Barcelona atrás de Lionel Messi, mas continua irritado com as acusações de "racista" e "cai-cai" feitas contra ele na Inglaterra.

O ex-atacante do Liverpool tem causado mais impacto com assistências do que com gols desde que voltou aos gramados, em outubro, após cumprir suspensão por ter mordido um adversário em partida da Copa do Mundo, enquanto Messi se tornou o maior artilheiro de todos os tempos do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões.

"Eu sempre fui um fazedor de gols, mas também gosto de ajudar os outros a fazer gols", disse Suárez ao jornal catalão Sport.

"Eu vim para fazer gols e não para dar passes. Eu vim porque marquei muitos gols na minha carreira, e principalmente no Liverpool, mas felizmente eu tenho mais no meu jogo do que apenas isso", acrescentou.

"Nós não jogamos apenas para Messi, mas para todos. Nós temos jogadores que podem fazer a diferença, como Messi, Neymar e Iniesta. São jogadores que te dão confiança quando a bola está nos pés deles."

Suárez disse que tem sido fácil jogador ao lado de Messi.

"Estou vivendo um ótimo momento aqui. Claro que quero marcar mais gols, mas enquanto o time estiver indo bem, então não tem problema. É fantástico jogador ao lado do melhor jogador do mundo", afirmou o uruguaio.

Suárez, no entanto, continua irritado com o tratamento que recebeu na Inglaterra e com a suspensão de oito jogos que precisou cumprir no Liverpool após ser considerado culpado de racismo contra o jogador do Manchester United Patrice Evra.

"Por enquanto, eu tenho que aceitar que fui acusado de ser racista sem nenhuma prova sobre o que aconteceu com Evra", disse Suárez. "E também de me jogar no chão. São mentiras."

 
Luis Suárez durante treino do Barcelona. 9/12/2014  REUTERS/Gustau Nacarino