Phelps é sentenciado a 18 meses de liberdade condicional por dirigir embriagado

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014 17:30 BRST
 

BALTIMORE (Reuters) - O nadador norte-americano Michael Phelps, atleta olímpico que mais conquistou medalhas de ouro em todos os tempos, foi sentenciado nesta sexta-feira a 18 meses de liberdade condicional e teve a pena de um ano de prisão suspensa após se declarar culpado de dirigir embriagado.

O ganhador de 18 medalhas olímpicas de ouro foi preso por dirigir embriagado em 30 de setembro, depois de conduzir em excesso de velocidade e, em seguida, cruzar as linhas de pista dupla dentro de um túnel de Baltimore, disse a polícia.

A sentença foi proferida pelo juiz Nathan Braverman, do Tribunal Distrital de Baltimore.

Phelps, que ganhou ao todo 22 medalhas olímpicas e parece estar de olho em uma vaga na equipe dos Estados Unidos para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio, teve quase o dobro do limite legal registrado no bafômetro.

Após sua detenção, Phelps, que vive em Baltimore, foi suspenso por seis meses pela federação de natação dos EUA e proibido de representar o país no Mundial da Rússia, em agosto de 2015.

(Reportagem de Steve Ginsburg)

 
Nadador norte-americano Michael Phelps durante campeonato nacional de natação dos EUA. 11/08/2014 REUTERS/Kirby Lee-USA TODAY Sports