Após título mundial, Sergio Ramos diz que 2014 foi melhor ano da sua vida

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014 11:28 BRST
 

Por Iain Rogers

MADRI (Reuters) - O premiado zagueiro do Real Madrid Sergio Ramos classificou 2014 como “o melhor ano da sua vida”, depois do papel-chave que teve nas campanhas que renderam ao time espanhol quatro títulos, entre eles o décimo troféu da Liga dos Campeões da Europa.

Defensor que costuma fazer gols de cabeça, Ramos foi escolhido o melhor jogador do Mundial de Clubes da Fifa, após marcar gols na semifinal contra o Cruz Azul e na final de sábado contra o San Lorenzo.

Porém, o seu melhor momento nos campos em 2014, ano em que ele se tornou pai pela primeira vez, foi o gol de empate nos últimos instantes da final da Liga dos Campeões, em maio, contra o rival Atlético de Madri. Na prorrogação, o Real acabou goleando por 4 x 1.

Os gols no Mundial de Clubes consolidaram para os torcedores do Real o status de Ramos como herói.

“Tive a experiência única de me tornar pai, e no lado profissional ganhei quatro títulos, e a Liga dos Campeões, que queríamos muito”, disse o zaqueiro, de 28 anos, nascido em Sevilha.

O fracasso espanhol na Copa do Mundo do Brasil foi uma grande decepção, mas Ramos, mesmo assim, disse que 2014 foi “o ano mais importante da sua vida, em termos profissionais e pessoais”.