Comitê organizador da Copa de 2018 na Rússia tem déficit no orçamento

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014 14:31 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - O comitê organizador local da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, terá um déficit no orçamento do próximo ano, afirmou o ministro do Esporte do país, Vitaly Mutko, nesta sexta-feira.

Mutko fez a revelação em encontro realizado pela diretoria da organização, da qual ele é membro.

"Teremos um déficit orçamentário para 2015. O comitê organizador está buscando o apoio de fontes independentes", disse o ministro à agência de notícias R-Sport.

"Os custos de construção dos estádios não mudaram por enquanto, porém os preços de mercado podem levar a uma mudança a esse respeito."

Mutko disse ainda que a cerimônia de abertura do Mundial pode acontecer no estádio Dynamo, que não vai receber nenhuma partida durante o torneio, em vez de no Luzhniki, como originalmente planejado.

"O comitê organizador está avaliando a possibilidade de realizar a cerimônia de abertura um dia antes da partida de abertura no Estádio Dynamo", declarou o ministro.

Nesta sexta-feira foi assinado contrato para a construção do estádio em Rostov-on-Don, o último a ser aprovado.

A Copa do Mundo de 2018 terá 12 estádios em 11 cidades, sendo dois em Moscou e um cada em São Petersburgo, Samara, Saransk, Rostov-on-Don, Sochi, Kazan, Kaliningrado, Volgogrado, Nizhny Novgorod e Yekaterinburgo.