Principais cabeças-de-chave e ex-campeões avançam no Aberto da Austrália

terça-feira, 20 de janeiro de 2015 15:35 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE, Austrália (Reuters) - Novak Djokovic e Serena Williams, principais cabeças-de-chave do Aberto da Austrália de tênis, mantiveram a escrita com vitórias de rotina nesta terça-feira ao mesmo tempo em que o atual campeão do torneio Stanislas Wawrinka e a bicampeã Victoria Azarenka também venceram e se classificaram para a segunda rodada.

Por outro lado, dois representantes brasileiros na chave masculina foram eliminados nesta terça-feira. Thomas Belluci foi derrotado pelo espanhol David Ferrer por 3 sets a 1, parciais de 6-7, 6-2, 6-0 e 6-3, e João Souza caiu para o croata Ivan Dodig por 3 sets a 0, parciais de 6-4, 7-5 e 6-4.

O torneio virou de ponta-cabeça no primeiro dia com oito cabeças-de-chave da competição feminina, incluindo a quinta cabeça-de-chave Ana Ivanovic, ficando fora já na primeira rodada.

Já as partidas desta terça-feira tiveram os resultados esperados com Djokovic enfrentando poucos problemas, enquanto Serena teve alguma dificuldade no segundo set. Os dois enfrentaram jogadores ranqueados mais de 100 posições abaixo deles.

Buscando se tornar o segundo tenista a vencer cinco vezes o Aberto da Austrália e apontando por especialistas e por adversários como o homem a ser batido, Djokovic fez o bastante para vencer o esloveno Aljaz Bedene, que veio do torneio classificatório, por 6-3, 6-2 e 6-4 em duas horas.

"Para um desempenho de primeira rodada, foi bastante bom", disse Djokovic, que foi afetado por um vírus neste mês. "Ainda preciso trabalhar em algumas coisas. Ainda estou desenvolvendo meu jogo e estou contente em avançar", acrescentou.

"Foram duas semanas difíceis para minha saúde, mas estou chegando lá."

Serena parecia que apenas reconheceria a presença em quadra da belga Alison Van Utyvanck ao vencer o primeiro set por 6-0 em apenas 21 minutos e abrir vantagem de 1-0 no segundo set.

O domínio da norte-americana era tamanho que uma "bicicleta", quando o jogo é vencido por duplo 6-0, parecia estar a caminho, mas a belga de 20 anos encontrou seu ritmo e forçou Serena, vencedora de 18 torneios de Grand Slam, a disputar uma partida, o que gerou frustração na norte-americana antes de ela conseguir fechar a partida com uma vitória de 6-4 no segundo set.

"Como sempre, eu tive agitação na primeira partida de um Grand Slam", disse Serena. "Nunca é super fácil ser aquela que todas querem vencer", acrescentou. "Então sempre tenho que estar um pouco acima. Mas me senti bem (e) definitivamente acho que posso melhorar tremendamente."

 
Novak Djokovic, da Sérvia, enfrenta Aljaz Bedene, da Eslovênia, no Aberto da Austrália, em Melbourne, nesta terça-feira. 20/01/2015 REUTERS/Athit Perawongmetha