Ecclestone coloca em dúvida realização de GP da Alemanha de F1

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015 19:56 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O chefe da Fórmula 1 Bernie Ecclestone colocou em dúvida o local onde será realizado o Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 deste ano, se em Nuerburgring ou Hockenheim.

Ecclestone, de 84 anos, disse na semana passada que a corrida marcada para 19 de julho seria realizada em Hockenheim se um contrato fosse finalizado. Nesta quarta-feira, ele disse à Sky Sports que nenhum acordo foi assinado com nenhum dos dois circuitos.

Questionado se há uma chance de não haver Grande Prêmio da Alemanha neste ano, justamente num momento em que a Mercedes tem dominado a categoria e que o tetracampeão mundial Sebastian Vettel, um alemão, estreia na Ferrari, Ecclestone fez piada:

"Já temos um (GP da Alemanha). Chama-se Áustria."

O britânico disse que se reunirá com os novos donos de Nuerburgring nesta quarta-feira, ressuscitando as expectativas de a prova ser realizada no local, depois de o circuito parecer descartado.

A prova deveria ser realizada em Nuerburgring sob um acordo de alternância com Hockenheim, que sediou o GP no ano passado, mas atraiu um público frustrante à pista.

As palavras de Ecclestone podem ser interpretadas como sendo parte do processo de barganha, embora ele tenha deixado claro que a categoria quer manter a Alemanha no calendário.

"Faríamos de tudo para impedir que eles saíssem, mas no fim das contas a única razão pela qual a corrida não aconteceria é porque eles não podem arcar com ela", disse.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
O chefe da Fórmula 1 Bernie Ecclestone durante evento em Cingapura em setembro. 18/09/2014 REUTERS/Xavier Galiana