23 de Janeiro de 2015 / às 14:48 / 3 anos atrás

Federer é surpreendido por Seppi, mas Nadal segue em frente na Austrália

Tenista italiano Andreas Seppi comemora vitória sobre o suíço Roger Federer na terceira rodada do Aberto da Austrália, em Melbourne. 23/01/2015.Issei Kato

MELBOURNE (Reuters) - Rafael Nadal restaurou um pouco da ordem no Aberto da Austrália nesta sexta-feira, depois que o italiano Andreas Seppi provocou um terremoto no torneio ao derrotar Roger Federer, em uma das vitórias mais surpreendentes dos últimos tempos no Melbourne Park.

Na sessão noturna da quadra Rod Laver, o terceiro cabeça de chave Nadal avançou para a quarta rodada com uma vitória arrasadora sobre Dudi Sela, apagando as lembranças do sufoco vivido em cinco sets contra Tim Smyczek dois dias atrás.

Federer, quatro vezes campeão do Aberto da Austrália, não viveu o mesmo alívio, já que sua campanha em busca de chegar às semifinais em Melbourne pela 11ª vez acabou de forma extraordinária na quadra central.

O desafiante Seppi, que havia perdido os últimos 23 jogos contra adversários do top 10, lutou bravamente para vencer por 6-4, 7-6(5), 4-6 e 7-6(5), obtendo sua primeira vitória contra o suíço no 11º encontro entre ambos.

Com a plateia bastante agitada no tiebreak decisivo, o tenista número 46 do ranking mundial foi fantástico nos momentos de maior tensão, e a passada de forehand que selou a vitória ficará marcada nos melhores momentos do torneio por muitos anos.

"Com certeza foi um dos lances mais importantes da minha vida", disse o italiano, de 30 anos, a repórteres.

"Contra Roger, nunca estive nem perto. Nunca tinha tido a chance. Conquistar esta vitória na minha carreira com certeza é algo grande", acrescentou.

Depois de ter sofrido riscos contra o também italiano Simone Bolelli na rodada anterior, Federer revelou ter tido premonições negativas para o jogo contra Seppi ainda na véspera da partida.

"Ontem senti por alguma razão, e nesta manhã, que não seria um dia simples hoje", disse o segundo cabeça de chave.

"Mesmo no treino eu me senti do mesmo jeito. Estava esperando que fosse apenas um daqueles sentimentos que às vezes você tem e que acaba não sendo verdade e você joga uma partida normal. É, não foi isso."

Entre as mulheres, se Maria Sharapova tinha ficado com alguma ressaca do susto sofrido na segunda rodada contra Alexandra Panova, conseguiu se recuperar completamente ao vencer Zarina Diyas por 6-1 e 6-1.

O namorado da russa, Grigor Dimitrov, assistira ao jogo contra Panova com o coração na boca. Nesta sexta, foi a vez de Sharapova roer as unhas ao acompanhar o búlgaro em ação numa partida emocionante de cinco sets contra Marcos Baghdatis.

O cipriota, finalista em 2006, contou com o apoio de torcedores de origem grega em Melbourne na quadra três, mas acabou perdendo a batalha física por 4-6, 6-3, 3-6, 6-3 e 6-3.

Nadal, recuperando a forma depois de lesões e problemas médicos que prejudicaram seu ano de 2014, não mostrou qualquer sinal do mal-estar que prejudicou seu jogo anterior contra Smyczek ao derrotar o israelense Sela por 6-1, 6-0 e 7-5.

"Acho que tive bastante sorte de avançar, porque com 2-1 (na quarta) eu pensei que pegaria um voo de volta para Mallorca", disse Nadal em entrevista ao lado da quadra.

"Em termos de lesões, estou livre. Sem dor. Em termos de tênis, preciso jogar mais partidas", acrescentou.

O britânico Andy Murray jogou próximo de seu auge ao derrotar o português João Sousa por 6-1, 6-1 e 7-5 na quadra Hisense. Mas ele terá de enfrentar seu algoz de Wimbledon para conseguir uma vaga nas quartas de final.

Dimitrov, que acabou com a chance de Murray conquistar o bicampeonato de seu Grand Slam em casa, será o próximo adversário do britânico, sexto cabeça de chave, e seu primeiro teste real no torneio.

O sonho australiano de conquistar o título masculino pela primeira vez em 40 anos permanece vivo, com os jovens talentos Nick Kyrgios e Bernard Tomic tendo avançado para as oitavas de final. Essa é a primeira vez que dois tenistas da casa chegam a essa rodada desde Lleyton Hewitt e Mark Philippousis em 2004.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below