Luis Enrique descarta preocupação com forma de Suárez

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015 15:14 BRST
 

BARCELONA (Reuters) - O Barcelona não está preocupado com a falta de gols de Luis Suárez em seus primeiros meses na Espanha e confia que o atacante uruguaio vai reencontrar as redes em breve, disse o técnico Luis Enrique nesta sexta-feira.

Suárez, que foi contratado do Liverpool, fez 10 jogos pelo Campeonato Espanhol desde outubro, quando chegou ao fim uma suspensão de quatro meses recebida por ter mordido um adversário durante partida da Copa do Mundo, mas anotou apenas dois gols.

Seu desempenho na Liga dos Campeões é bem melhor, com dois gols em três jogos, e o jogador também balançou a rede uma vez pela Copa do Rei.

Suárez tem desperdiçado chances que costumava converter até com certa tranquilidade no Liverpool, onde foi artilheiro do Campeonato Inglês na temporada passada, e o gol perdido de forma incrível contra o Atlético de Madri, na quarta-feira, pela Copa do Rei apenas ampliou o catálogo de gols perdidos.

Falando na véspera da partida do Espanhol contra o Elche, Luis Enrique disse ter certeza que Suárez vai começar em breve a marcar gols regularmente, e destacou que o jogador de 27 anos tem feito uma contribuição valiosa com sua movimentação sem a bola.

"Isso é algo que acontece com todos os atacantes", disse Luis Enrique em entrevista coletiva.

"É uma questão de adaptação, não tem fórmula mágica. Ele está perfeitamente integrado no time e não estamos preocupados. Se eu estivesse preocupado eu diria a vocês, mas não estou", disse o ex-jogador.

O segundo colocado Barcelona está um ponto atrás do líder Real Madrid na tabela do Campeonato Espanhola, com metade da temporada pela frente. O Atlético de Madri, atual campeão, está mais três pontos atrás.

O Real enfrenta o Cordoba e o Atlético receberá o Rayo Vallecano, também no sábado.

(Reportagem adicional de Elena Gyldenkerne, em Barcelona)

 
Atacante Luis Suárez, do Barcelona, lamenta após perder gol durante partida contra o Atlético de Madri pela Copa do Rei. 21/01/2015 REUTERS/Albert Gea