25 de Janeiro de 2015 / às 19:59 / 3 anos atrás

Arsenal se agarra à vitória sobre Brigton pela Copa da Inglaterra

LONDRES (Reuters) - O Brighton and Hove Albion obrigou os titulares do Arsenal a suar a camisa antes de conseguirem a vitória por 3x2 neste domingo pela quarta rodada da Copa da Inglaterra e garantirem que não seriam os protagonistas de mais uma eliminação vexatória de um grande clube na competição.

Um dia depois que Chelsea e Manchester City serem eliminados por Bradford City e Middlesbrough, respectivamente, o Arsenal resistiu às investidas do Brighton e os gols de Theo Walcott, Mesut Ozil e Tomas Rosicky garantiram a vitória.

O West Ham United tem de agradecer a Diafra Sakho por também não passar vergonha diante do Bristol City. O senegalês completou de cabeça um cruzamento de Andy Carroll, aos 36 minutos do segundo tempo, e garantiu os Hammers na quinta rodada da competição.

O Aston Villa, esperando que a Copa da Inglaterra seja um alento para sua luta no campeonato inglês, também conquistou uma vaga na próxima rodada graças à vitória por 2x1 sobre o Bournemouth, líder da segunda divisão.

Carles Gil, transferido do Valência no início do mês, marcou um belo gol para colocar o Villa na frente, aos seis minutos do segundo tempo, antes de Andreas Weimann acrescentar o segundo.

Callum Wilson descontou para o Bournemouth, mas o Villa se manteve firme para garantir o resultado.

 

NERVOS ACALMADOS

 

Os torcedores do Arsenal foram desculpados por se sentirem um tanto preocupados com a viagem para a costa sul depois de verem os rivais do campeonato inglês Chelsea e Manchester City caírem na quarta rodada.

 Mas os seus nervos foram acalmados logo aos 89 segundos de jogo, quando Walcott recebeu cruzamento de Calum Chambers e disparou para o gol, superando o goleiro David Stockdale e marcando seu primeiro gol em quase mais de um ano depois de ficar longe dos gramados por causa de um problema no tornozelo.

O Arsenal continuou pressionando o Brighton em seu campo e Ozil, campeão mundial com a Alemanha, deixou sua marca, seu primeiro tento desde outubro, ampliando a vantagem dos Gunners ao completar um passe de Rosicky e colocando a bola na rede.

 O Brighton recuperou as esperanças quando Chris O’Grady escapou de Mathieu Flamini e superou o goleiro Wojciech Szczesny.

Rosicky restaurou a vantagem de dois gols do Arsenal com um lindo voleio da entrada da área, mas o atacante Sam Baldock diminui para o Brighton, garantindo um final de partida nervoso depois de tocar a bola delicadamente sobre Szczesny.

 

Reportagem de Michael Hann

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below