Djokovic e Wawrinka disputarão semifinal épica na Austrália; Serena avança mesmo doente

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015 11:01 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE (Reuters) - O primeiro cabeça de chave, Novak Djokovic, e o atual campeão, Stanislas Wawrinka, vão disputar uma semifinal de encher os olhos no Aberto da Austrália depois de vitórias impressionantes nas quartas de final, nesta quarta-feira.

Serena Williams ficou mais perto de seu 19º título de Grand Slam, mesmo doente.

A norte-americana, entretanto, terá primeiro que sobreviver aos golpes de Madison Keys, compatriota de 19 anos, que pôs fim ao sonho d irmã Williams mais velha, Venus, apesar de estar sofrendo com uma contusão na coxa que atrapalhava seus movimentos.

Serena e Venus torciam para proporcionar aos fãs a primeira disputa entre si em um Grand Slam desde a semifinal de Wimbledon de 2009.

Keys se mostrou uma grande estraga prazeres com sua vitória sobre Venus, mas ao mesmo tempo indicou que o manto do tênis feminino de seu país ficará em boas mãos quando não pertencer mais às duas irmãs.

“Com certeza é um momento maravilhoso”, disse ela. “Estou curtindo estes momentos aos pouquinhos, e depois volto a focar e pensar na próxima rodada”.

Se antes do torneio muitos diziam que a competição poderia representar uma mudança de gerações, a adolescente de fato será a única representante dos novos talentos nas semifinais, já que Djokovic e Wawrinka acabaram com as esperanças da ‘Próxima Geração’ na chave masculina.

Djokovic, que almeja se tornar o segundo tenista a conquistar um quinto troféu em Melbourne, derrotou o canadense Milos Raonic em 7-6(5), 6-4 e 6-2 horas depois de Wawrinka despachar o quinto cabeça de chave, Kei Nishikori, em parciais de 6-3, 6-4 e 7-6(6).   Continuação...

 
Novak Djokovic, da Sérvia, comemora vitória sobre Milos Raonic, do Canadá, em Melbourne. 28/01/2015 REUTERS/Issei Kato