Djokovic vence batalha com Wawrinka e vai à final do Aberta da Austrália pela 5ª vez

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 14:06 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE (Reuters) - Novak Djokovic mais uma vez voou alto no Aberto da Austrália ao alcançar a final pela quarta vez nos últimos cinco anos com mais uma vitória em cinco sets sobre Stan Wawrinka, o homem que havia o eliminado no Melbourne Park no ano passado.

O sérvio, que busca se tornar o primeiro homem a conquistar cinco títulos do Aberto da Austrália na era profissional (a partir de 1968), viveu altos e baixos, mas aproveitou os pontos que importavam na semifinal desta sexta e derrotou o atual campeão por 7-6(1), 3-6, 6-4, 4-6 e 6-0.

"Assim como nos dois últimos anos, nós jogamos cinco sets e eu estava pronto para a batalha", disse Djokovic em entrevista ao lado da quadra. "Nós levamos um ao outro até o limite. Stan é um jogador de qualidade. Eu compliquei a minha vida na quadra."

A vida do número um do mundo não será mais fácil no domingo, quando enfrentará o velho amigo Andy Murray na final. O britânico busca seu primeiro título no Melbourne Park em sua quarta vez na decisão.

"Eu e Andy voltamos a quando tínhamos 12 anos, que foi quando nos enfrentamos pela primeira vez", disse Djokovic. "Nos conhecemos há bastante tempo, é bom jogador outra final de Grand Slam contra ele."

Antes do jogo com Djokovic, Wawrinka se recusou a fazer comparações com sua vitória no Grand Slam do ano passado e repetiu o mantra "este é outro ano, o passado não conta hoje ou amanhã".

Ciente de que o resultado da partida desta sexta poderia significar o fim do amanhã para ele no Melbourne Park, o suíço procurou por sua foto no "Hall dos Campeões" ao caminhar para a quadra Rod Laver.

O simbolismo, e a história, no entanto, não estavam do lado de Wawrinka.   Continuação...

 
Novak Djokovic vence Stan Wawrinka no Aberto da Austrália, Melbourne. 30/1/2015 REUTERS/Brandon Malone