Serena bate Sharapova, vence o Aberto da Austrália e fatura 19º Grand Slam

sábado, 31 de janeiro de 2015 12:02 BRST
 

Por Ian Ransom

MELBOURNE (Reuters) - Serena Williams proporcionou mais uma decepção para Maria Sharapova ao vencer o Aberto da Austrália neste sábado e reforçar sua busca para se tornar a maior tenista de todos os tempos com o seu 19º título de um Grand Slam.

Apesar de estar doente e lutando contra ataques de tosse, Serena mostrou que seu saque continuava poderoso e que sua capacidade atlética era a mesma, enquanto encerrava o confronto nervoso por 6-3 e 7-6 na Rod Laver Arena.

Ao conquistar seu sexto título em Melbourne Park, Serena ultrapassou Martina Navratilova, de quem recebeu o troféu, e Chris Evert em títulos de Grand Slam, empatando com a compatriota americana Helen Wills Moody, terceira da lista.

Aos 33 anos de idade, sendo a jogadora mais velha a vencer o Aberto da Austrália na era profissional, Serena deixou poucas dúvidas de que a busca dos 22 títulos de Steffi Graf e os 24 de Margaret Court irá continuar.

"Nossa, por onde eu começo? Eu tenho de agradecer a Deus por isso", disse Serena, emocionada, na cerimônia de premiação.

"Eu não estava bem, e Ele me ajudou hoje, e eu apenas fiz algumas orações – não para vencer, mas para ser forte e saudável e no final fui capaz de superar tudo."

Ela selou o título com um ace, seu 18º na partida, no terceiro match point, e depois de cumprimentar sua adversária, ela pulou ao redor da quadra gritando de alegria.

Enquanto isso, Sharapova se sentou em sua cadeira em silêncio, cuidando da dor de perder sua 16ª partida consecutiva para Serena, a terceira em uma final de Grand Slam. 

A russa admitiu que conseguiu um tempo extra na competição após sofrer um grande susto contra a compatriota Alexandra Panova, na segunda rodada, e parecia tensa antes de entrar na quadra central.