Confiante após goleada, Barcelona mira vaga na final da Copa do Rei

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 10:53 BRST
 

Por Iain Rogers

MADRI (Reuters) - A excelente forma exibida atualmente pelo Barcelona faz pensar que o time pode estar chegando ao auge no momento certo, e vai tentar transformar essa confiança em uma vaga na final da Copa do Rei a partir de quarta-feira.

Dono do recorde de 26 títulos do torneio, o Barça chega à partida de ida da semifinal contra o Villarreal, em casa, na esteira do triunfo de 5 x 2 sobre o Atlético de Bilbao pelo Campeonato Espanhol, que deixou o clube a um ponto do líder Real Madrid.

De olho no confronto das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Manchester City no final do mês, a equipe do técnico Luis Enrique mostra uma confiança que vinha fazendo falta desde a era de ouro sob o comando de Pep Guardiola, entre 2008 e 2012.

O clube foi abalado por problemas fora do campo nos últimos meses, entre eles a investigação de uma suposta sonegação de imposto na contratação de Neymar, mas o atacante brasileiro e seus colegas não parecem ter perdido o foco.

O capitão argentino, Lionel Messi, tem tido um desempenho espetacular e marcou um gol e preparou outro na vitória do fim de semana, apesar dos boatos sobre um desentendimento com Luis Enrique, em sua primeira temporada no comando.

Depois do jogo com o Bilbao, Luis Enrique alertou que o Barça deve sofrer novos lapsos entre agora e o final da temporada, em que tenta deixar para trás um período sem grandes títulos entre 2013 e 2014.

“Foi uma noite muito boa para nós, mas haverá surpresas para todos os times durante o resto da temporada”, disse o ex-meio-campista do Barça e da seleção espanhola em uma coletiva de imprensa. “Seria errado começar a bater no peito agora”, acrescentou.

“O que precisamos fazer agora é estar preparados, de forma a melhorar nosso desempenho, o que será essencial no restante da campanha”, disse.   Continuação...

 
Jogadores do Barcelona Rakitic, Messi e Neymar comemoram gol na vitória sobre o Athletic Bilbao. 08/02/2015 REUTERS/Vincent West