Blatter se diz "chocado" com comentários de ex-treinador Sacchi

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 11:13 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse ter ficado chocado com os comentários de Arrigo Sacchi, ex-treinador do AC Milan e da Itália, que supostamente se queixou do número de jogadores negros no futebol juvenil italiano.

"Orgulho e dignidade não é questão de cor da pele. Chocado com os comentários de Arrigo Sacchi. Pare com isso", escreveu Blatter no Twitter na terça-feira.

Sacchi, que liderou o Milan em sucessivos títulos da Taça da Europa, em 1989 e 1990, e levou a Itália à final da Copa do Mundo de 1994, supostamente fez os comentários durante um evento na segunda-feira à noite.

"A Itália não tem nenhuma dignidade ou orgulho. Não pode estar certo ver equipes com 15 estrangeiros", afirmou ele, segundo a imprensa italiana.

"Eu certamente não sou racista e minha história de treinador mostra isso. Mas acompanhar o torneio (juvenil) de Viareggio me leva a dizer que há muitos jogadores de cor também nas seleções jovens", disse ele.

(Reportagem de Brian Homewood)

 
Presidente da Fifa, Joseph Blatter, durante a final da Copa Asiática de futebol em Sydney. 31/01/2015  REUTERS/Steve Christo