Eles me ofenderam pela cor da minha pele, diz vítima de racismo de torcedores em Paris

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 10:15 BRST
 

PARIS (Reuters) - A vítima de um incidente racista envolvendo torcedores do Chelsea no metrô de Paris não sabia que o incidente tinha sido filmado e amplamente difundido, e agora vai apresentar uma queixa oficial à polícia, disse o homem ao jornal francês Le Parisien.

"Eu não falo uma palavra de inglês... mas era claro para mim que eles estavam pegando no meu pé por causa da cor da minha pele", disse a vítima, identificada pelo Le Parisien como Souleymane, 33 anos.

O Ministério Público de Paris iniciou uma investigação para encontrar as pessoas que cantavam "Nós somos racistas e essa é a maneira que nós gostamos" enquanto impediam um homem negro de embarcar em um trem do metrô de Paris, na terça-feira.

O incidente foi captado em vídeo por outro passageiro na plataforma da estação de metrô Richelieu-Drouot antes da partida entre o clube inglês Chelsea e o Paris St. Germain pela Liga dos Campeões, no Parc des Princes, na capital francesa.

Souleymane disse que o incidente deve ter durado seis ou sete minutos: "Eu peguei o próximo metrô e voltei para casa sem dizer nada a ninguém, nem mesmo para minha mulher ou filhos. O ​​que eu ia dizer aos meus filhos? Que o papai foi empurrado no metrô por ser negro?"

A polícia disse que não foram efetuadas prisões relacionadas ao jogo, que terminou empatado em 1 x 1, mas imagens de um cinegrafista amador divulgadas no site do jornal Guardian mostram claramente o incidente, condenado pelas autoridades do futebol, incluindo o presidente da Fifa, Joseph Blatter, e ambos os clubes.

(Reportagem de Ingrid Melander)