ENTREVISTA-Sharapova está menos preocupada em ser número 1, mas quer derrotar Serena

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 10:22 BRT
 

Por Alexandra Alper

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Voltar ao topo do ranking mundial no tênis feminino é menos importante para a cinco vezes ganhadora de Grand Slams Maria Sharapova do que quando era mais nova, mas a russa está ansiosa para vencer a atual número 1 do mundo, a norte-americana Serena Williams.

Serena derrotou Sharapova, que é número dois do ranking, para conquistar seu Grand Slam número 19 no final do último mês, no Aberto da Austrália.

Sharapova, que chegou ao topo do ranking com 18 anos em 2005, não ganha de Serena desde 2004.

"Eu não diria que é uma prioridade como quando era mais nova", disse Sharapova à Reuters no domingo, em uma entrevista por telefone direto de Acapulco, onde vai competir no Aberto do México.

Sobre Serena, a russa afirmou: "Ela é definitivamente uma oponente que eu tive muito trabalho jogando contra nos últimos 10 anos, e alguém que eu gostaria muito de derrotar".

"Eu amo enfrentar ela e amo esse desafio. Definitivamente não me sinto tímida competindo contra ela", completou.

Sharapova, que vai jogar no Aberto do México pela primeira vez, é favorita no torneio desta semana contra a italiana Sara Errani, número 16 do ranking, e a norte-americana Madison Keys, número 20.

"É um tanto quanto complicado. Há várias meninas que já tiveram grandes vitórias, embora algumas não estejam pré-classificadas, então eu espero uma competição difícil e logicamente me classificar como número um", disse.

 
Maria Sharapova celebrando vitória no U.S Open, em Nova York. 19/10/2014  REUTERS/Shannon Stapleton