Tévez deixa os problemas para trás e encontra nova vida na Juventus

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 11:50 BRT
 

Por Brian Homewood

TURIM, Itália (Reuters) - O futebol italiano se tornou um refúgio para jogadores que perderam espaço em outras ligas europeias ou estão chegando no final de suas carreiras.

Jogadores como Kaká, Mario Balotelli, Patrice Evra, Ashley Cole, Nemanja Vidić, Fernando Torres, Rafael Márquez e Javier Saviola se transferiram para a Serie A nos últimos dois anos, seja para reviver as carreiras ou desfrutar de mais alguns anos de futebol.

Muitos, como Balotelli e Torres, lutaram e seguiram em frente, mas existe uma incrível história de sucesso: Carlos Tévez.

O atacante argentino, que liderou a Juventus na vitória de 2 x 1 em cima do Borussia Dortmund na partida de terça-feira da Liga dos Campeões, conquistou nova vida em sua carreira desde que chegou aos campeões da Série A após sair do Manchester City, em junho de 2013.

Desgastado após quatro temporadas agitadas no City, Tévez foi afastado pelo então técnico da Argentina Alejandro Sabella e ficou fora da Copa do Mundo do ano passado, sob especulação de que era considerado uma influência ruim.

Na Juventus, tudo deu certo para o jogador de 31 anos, que não olhou para trás após uma recepção entusiasmada dos torcedores e depois de receber a camisa 10.

"A número 10 sempre vai pertencer ao Alessandro Del Piero, mas eu penso no símbolo do clube na frente da camisa. Esta é a maior responsabilidade", disse ao Tuttosport em entrevista recente.

  Continuação...

 
Carlos Tévez celebrando gol durante partida contra o Hellas Verona, em Turim. 18/01/2015 REUTERS/Giorgio Perottino