COI pode mudar diretrizes publicitárias para Rio 2016

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 19:54 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A autoridade olímpica pode modificar as regras que obrigam os atletas a interromper campanhas publicitárias durante os Jogos Olímpicos em tempo para que a decisão tenha efeito no Rio em 2016. 

A comissão executiva do Comitê Olímpico Internacional (COI) aprovou a medida nesta quinta-feira no Rio de Janeiro e vai planejá-la antes da próxima reunião geral do COI a ser realizada em julho, em Kuala Lumpur.

"O COI permitiria publicidade genérica, isto é, não relacionada à Olimpíada, durante o período dos Jogos, o que não havia sido permitido até agora", disse o porta-voz Mark Adams. 

A medida alteraria a regra 40, segundo a qual "nenhum competidor, técnico, treinador ou representante oficial que participa dos Jogos Olímpicos pode permitir que sua pessoa, nome, foto ou atuações esportivas sejam usados com propósitos publicitários durante os Jogos Olímpicos".

A regulação foi vista como rígida em excesso por alguns atletas que foram às redes sociais para criticá-la durante os Jogos de Londres, em 2012.

(Reportagem de Andrew Downie)

 
Porta-voz do COI Mark Adams concede entrevista no Rio de Janeiro. 26/02/2015.   REUTERS/Pilar Olivares